Posts Tagged ‘rosas’

h1

Rosas sobrepostas

setembro 22, 2012

Título da Obra:  Aquelas Rosas

Técnica: Óleo sobre tela espatulado 

Artista plástica: Cristina Rabelo

Metragem: 140X70 cm

Sobreposição:40X60

Ano: 2008

Valor: sob consulta

h1

Aquelas Rosas

setembro 8, 2012

Título da Obra:  Aquelas Rosas

Técnica: Óleo sobre tela espatulado espatulado

Artista plástica: Cristina Rabelo

Metragem: 100X80 cm

Ano: 2011

Valor: sob consulta 

h1

Mulheres

março 8, 2012

Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar o nosso poder de sedução para encontrar the big one, aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais. Uma tarefa que dá prá ocupar uma vida, não é mesmo? Mas além disso, temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir de vez em quando que somos santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca, mas nunca, pensaremos em jogar tudo pro alto e embarcar num navio pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar loura e cafetina, ou sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha.
Eu só conheço mulher louca. Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante. Pois então. Também é louca. E fascina a todos.
Nossa insanidade tem nome: chama-se Vontade de Viver até a Última Gota.
Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora. E santa, fica combinado, não existe. Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseje mais nada? Você vai concordar comigo: só se for louca de pedra.

Martha Medeiros

Felicidades pra todas nós!

h1

Mais vida às Flores!

março 3, 2012


Olá pessoal,

Olha só, enquanto a gente prepara novos “passo a passo” pra vocês, que tal mergulhar nesse vídeo super bacaninha que a gente preparou?

Vocês lembram daquele passo a passo “De vida as Flores” que ensinamos a vocês a algum tempinho atrás?

(Não lembra? Então clique aqui)

 

Pois é, vamos repeti-lo aqui!

Eu sei, eu sei…vocês já viram, não é?

Mas que tal visualizar agora de um jeito diferente e bem mais divertido?

Então liguem o som e relaxem! 

h1

Rosas

agosto 3, 2009

100_5159

Titulo da Obra: Rosas

Técnica: Óleo sobre tela vinílica, acrílica, texturizado e espatulado

Metragem: 80 X 60 cm

Artista plástica: Cristina Rabelo

Ano: 2008

Vendido 

 

h1

Passo a Passo: Dê vida às flores

maio 29, 2009
65

Material:

02

04

03

01

Tela 40/40 cm

Lápis carvão

Óleo de linhaça

Secante de cobalto

Aguarrás para limpar os pinceis

Tinta a óleo nas cores: verde vessie, ocre ouro, azul cobalto, carmim, amarelo limão, amarelo permanente, vermelho, preto e branco titânio, azul da prúcia.

Pinceis número 16, 08, 04, 02 e 00

Espátula

1º passo:

Desenho

0806

1112

 

 

 

 

 

16

 17

O desenho é fundamental, uma tela bem desenhada dá ao artista mais facilidade e prazer em pintar. Desenhar não é difícil, tem técnica, no entanto é preciso exercitar. Com o lápis carvão desenhe as flores na tela.

2º passo:

2223

2425

Comece pintando o fundo da tela. Tudo que esta atrás do desenho é pintado primeiro. Dê preferência ao um pincel mais largo (16). Use as cores: ocre ouro, laranja (vermelho + amarelo), verde vessie, azul cobalto, branco tinâneo, amarelo limão.

3º passo:

2827

29

Nas folhas use as cores: verde vessie, ocre ouro, branco; e os pinceis 04 e 02. O movimento da pincelada deve ser de dentro para fora, no meio e na raiz das folhas use tons mais escuros para dar profundidade e nas extremidades tons mais claros. A luminosidade é dada usando branco com pinceladas de fora para dentro. Toques leves e sem contorno.

4º passo

3640

38

Para a hortência use o azul cobalto, azul da prúcia, lilás (cobalto + carmim+ branco) e os pinceis: 08 e 02

5º passo:

4447

5154

56

Para as rosas use as cores: laranja, amarelo limão, ocre ouro e branco. Observe o movimento das pinceladas no miolo: são em semicírculos. Use os  pinceis 02 e 08

É importante lembrar que a artista mistura os tons entre si criando assim as cores, a luz e a sombra que dá ao seu trabalho individualidade e característica própria.

6º passo :

Espátula

 5859

61

Espatule o quadro depois de pronto usando os mesmos tons, porém masi claros para realçar a  luminosidade.

cris 03

Veja o clipe deste quadro:

%d blogueiros gostam disto: